sexta-feira, 13 de junho de 2008

Terminada !!!



Quase não deu tempo de escanear, pois minha nora já está levando embora para entregar para sua amiga, mãe do Pedrinho.
Está indo com as marcas do bastidor e sem passar a ferro: que jeito mais desleixado de se entregar um presentinho...
Abaixo está a imagem de quando estava desfiando a etamine.



Em tempo: não vendo meus trabalhos, são todos pedidos de amigas ou doação.
São tantas as "conversas" se dá para fazer para ser dado de presente a alguém, que estou pensando em bordar kits para bebês e tentar vender entre as amigas de trabalho da minha nora.
Quem sabe dá certo e assim posso bordar sem compromisso de data para entrega, porque a minha maior dificuldade é o meu tempo disponível que é bem apertado.
Meu marido, de vez em quando, dá umas estriladas dizendo que dou mais do meu tempo para meus trabalhos manuais do que para ele !!!!!!!!!
Ele não deixa de ter alguma razão, quero bordar, fazer crochê, costurar, ler, trabalhar em horário integral, inclusive com meio período aos sábados, fazer minhas postagens, e desse jeito só sobram as noites e fins de semana para botar tudo em dia.
Tento amenizar convidando-o para sentar-se ao meu lado enquanto trabalho, mas reconheço que deve ser bem chato para ele ver que a atenção é maior para o trabalho.
Mas na nossa idade, isso faz parte do envelhecimento, o companheirismo é o que há de mais importante.

Um comentário:

Larissa Nascimento disse...

Eu tenho uma bebê e estava pensando como poderia bordar as fraldinhas dela, não tenho muita experiência em ponto cruz e não conheica esta técnica de bordar sobre a etamine sobre a fraldinha, e depois desfiar a etamine, eu amei demais, agora mãos à obra! Obrigada pela dica!